Vó Olga

A maior parte das minhas receitas vêm dela, sem ela não haveria nenhuma, sem a influência da vó Olga na minha vida. Com ela aprendi a cozinhar e apreciar a boa comida.

Era só ficar ao seu lado e olhar essa mulher que acordava as 5h para acender o fogão a lenha, bater manteiga, fazer o pão, os bolos, os doces, as geléias, matar a galinha, assar o frango, produzir a linguiça e os embutidos, os doces em calda e em pasta, os sucos, podar as parreiras e as árvores, para ter maior produção no ano seguinte.

Era tanta coisa que ela fazia durante o dia e a melhor coisa era seguí-la de uma atividade para a outra, observando essa mulher tão calada quanto dinâmica.

Na sua mesa nunca faltava comida, nunca, nem nos intervalos entre as refeiçoes, tinha sempre lá café, leite, pão, manteiga e geléia, para quem quisesse chegar, tudo feito em casa.

Não há neto que não tenha sido tocado pela sua presença ou ganho um bolo absolutamente recheado de aniversário.

É tanta lembrança boa, nossa, como tenho isso…

Esse mês, o dia 26 é consagrado aos avós, feliz dia vó! Meus parabéns a todos os que são avós e avôs aqui na página!

A vó Olga já se foi, mas hoje tem bolo no céu! Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s