Sol (AF)

Fiquei no céu cinza e seco,

rasgado pelo sol – bola vermelha,

Incendiou a garganta muda.

É na alma que os gritos ecoam.

A saudade é a droga

que alimenta minhas lembranças.

Esse vício não me larga!

Poesia Adrianafetter

Uma resposta em “Sol (AF)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s