Os doces de Pelotas – Iphan

 

Uma coisa de que sempre me orgulhei em Pelotas foram os doces, os portugueses (ovos), os franceses (frutas em passas e cristalizadas) e os alemães (geléias e docesde frutas) todos com uma qualidade inigualável.

Agora essas Tradições Doceiras de Pelotas se tornaram patrimônio imaterial; o IPHAN aprovou que as Tradições Doceiras de Pelotas e Antiga Pelotas sejam reconhecidas como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

No mesmo dia, 15 de maio, o Conjunto Histórico de Pelotas (RS) foi tombado. São eles, as praças, José Bonifácio, Coronel Pedro Osório, Piratinino de Almeida, Cipriano Barcelos e o Parque Dom Antônio Zattera, bem como, a Charqueada São João e a Chácara da Baronesa são reconhecidas como Patrimônio Cultural Brasileiro.

Nunca entendi o porquê de Pelotas não ser um polo turístico no Rio Grande do Sul, minha cidade é muito bonita. E seu patrimônio está se deteriorando rapidamente.

Temos a Fenadoce, em junho, no inverno, uma festa belíssima, onde se pode provar o que há de melhor dos nossos doces. Como crítica construtiva aos organizadores penso que devam melhorar e muito o estacionamento do local, que vive cheio de barro.

Estou aqui falando de novo da minha cidade, amanhã estarei lá, para o aniversário da minha mãe e da minha cunhada.

Vou provar um patrimônio imaterial desses da foto, sendo imaterial não deve engordar, não acham?!