E 2018, planos?!

zip-3037698_1920

Planos não devem faltar, mas temos que cuidar para não extrapolar o que realmente podemos fazer.

Eu confesso que nos últimos 30 dias me esforcei para colocar tudo o que eu podia da saúde em dia. Pensava já entrar em 2018 zerada, ainda não estou, porém estou cuidando disso com carinho.

Quero saúde e uma certa estabilidade em 2018, isso resolvido, sinceramente, além de ir a Pelotas, gostaria de investir em alguma viagem para mim. É o meu maior prazer, conhecer novas culturas e ter novas experiências. Isso pensando em planos meus.

Olhando para o Brasil e para o mundo, não vou só pedir a paz mundial. Desejo sim, mais compreensão e empatia, que as pessoas revejam o TER, o consumo excessivo e realmente vejam a importância do SER, principalmente mais humano.

Todo ano na passagem eu peço sabedoria, não é aquela sapiência inútil, é saber medir as decisões, ter discernimento ao viver e ao tratar meus semelhantes. Esse ano também vou pedir saúde minha gente, se faz necessário.

Façam seus projetos futuros, está chegando a hora, vamos nos preparar para um ano melhor.

Meu desejo para todos vocês é de um 2018 sensacional!

 

 

 

Quero Viajar!

painel viagem

Esse é o meu desejo de futuro, porque futuro e não imediatamente?! Essa é a pergunta que não quer calar…

Desde o ano de 2017 a minha saúde resolveu me sacanear, e não foi pouco não!

Em agosto também tive que fazer uma cirurgia no ombro, rompi totalmente um tendão e parcialmente outros dois, nem me perguntem como, simplesmente não sei, o que sei?! Que tive de entrar na faca e ficar 2 meses imobilizada, fisioterapia por uns 6 meses ou mais…

Recuperação lenta, isso vai me atrasar alguns meses, cirurgia, fisioterapia, acupuntura para recuperar todos os momentos perdidos.

Assim que estiver recuperada pretendo me organizar.  Quem sabe também um pequeno grupo de pessoas, que, assim como eu, gostam de viajar, ou nunca viajaram e querem companhia, ou vão pela primeira vez ao exterior e ainda não se sentem seguras.

Tenho essa vontade! Ainda não sei o que o futuro me reserva…

Faço planejamentos minuciosos de todas as etapas de uma viagem, desde a saída até a volta, para conseguir o melhor, com o preço justo. Fiz a experiência organizacional comigo e mais três amigas que se dispuseram a ser minhas cobaias, em junho do ano passado.

Nessa última viagem, estabeleci contatos para deixar tudo mais tranquilo para esse projeto futuro.

Quero fazer em breve, a organização da viagem com o meu marido, para irmos juntos para Portugal e Espanha, já planejei quatro roteiros diferentes, falta decidir qual colocarei em prática.

Então quem estiver afim comece a se planejar, eu vou viajar, assim que me sentir plenamente recuperada, 2019 que me aguarde!

Contadora de história

De repente me vi aposentada à fórceps, saíram comigo do cargo que eu ocupava há vários anos, normal, a vida tem dessas coisas.

Estava no meio da minha viagem de férias e resolvi que não pensaria nisso até voltar. Não que se consiga fazer isso completamente, mas já ter uma aposentadoria me deu certa tranquilidade, trabalhava para complementar a minha renda.

Há algum tempo já vinha me questionando sobre o que fazer depois, quando saísse do meu emprego, já que se tratava de uma assessoria e apenas um cargo de confiança. Não gostaria de parar de trabalhar. Concomitantemente, me perguntava qual seria a minha real vocação, porque no decorrer da vida nunca me senti fixada em uma só.

Multitarefa, com várias potencialidades, queria fazer alguma coisa que tivesse significado para mim e para os outros, que não entrasse em confronto com os meus valores.

Essa foto é de uma das palestras que assisti #ElaFazHistória, do Facebook, no ano passado, buscando respostas. Agora estou fazendo alguns cursos online… Neles aparece sempre uma pergunta, o que você sempre gostou de fazer?

Num desses cursos ouvi essa expressão, contador de história, me encontrei! Lembrei que no decorrer da minha vida sempre escrevi: em criança, estorinhas, na adolescência e juventude, poesias, já madura nos meus blogs. É isso!

Ainda não sei bem como transformar isso em renda complementar, estou me planejando e estou feliz, por enquanto vou escrevendo para vocês, por aqui…

Viagem

Estação Atocha - Madri - Espanha

Eu leio muito sobre viagens! Acho que o turismo é uma vocação tardia que se apresenta.

Gosto de planejar uma viagem nos mínimos detalhes. Começo pensando, lógico, o para onde, em primeiro lugar. Ao decidir lugar, decido qual a melhor estação para mim, então escolho a data.

Escolher o hotel é uma incursão menor ao passeio, antes mesmo de viajar, preciso conhecer a cidade e as suas perspectivas, sim, então leio muito sobre o local, consulto o maps , dou uma viajada antecipada.

Viagem é sonho, uma alegria, a mais quando tudo é planejado com detalhes. A minha jornada é uma delicia desde o planejamento, que dura meses, curto cada momento, viajo mesmo antes!

Estava lendo uma matéria, relativa a uma pesquisa do booking.com . Falava sobre a felicidade das pessoas ao viajar, o destaque era: as pessoas se sentem mais felizes ao viajar do que ao casar.

Bem tenho uma consideração aqui, são momentos diferentes. Viajar é uma paixão, cada lugar, uma paixão momentânea. Um namoro também começa como paixão, vira amor no decorrer. Viajar é ter vários namoros, casamento é se decidir por um só.

Para viajar não precisa de consorte, apenas decidir para onde se quer ir…
E aí gente, quem como eu gosta de viajar?!

Boa semana! Bons sonhos, boas viagens…