Banco de Tempo

personal-3108155_1920

Você sabe o que é um banco de tempo?! É uma tendência mundial, que apareceu com a globalização, uma troca de serviços, ou voluntariado, que, na falta de recursos, apareceu como uma maneira de driblar as dificuldades de dinheiro e de emprego.

Você troca o seu tempo, oferecendo uma habilidade sua pela a de outra pessoa. Tudo organizado em um banco de tempo, nas redes sociais, que faz a contabilidade do seu tempo doado por créditos.

Não há impostos, porque não há pagamento, nem dinheiro envolvido.

Eu participo de um, mas não é na minha cidade. Então fiquei pensando o que eu poderia oferecer. Ofereci a participação na página Pós50 , este blog e os meus serviços para estruturar cardápios, receitas, minha experiência na cozinha e segurança alimentar.

Cozinhar é uma coisa que aprendi em família, desde pequena. Aprimorei com pequenos cursos e uma pós graduação, quase terminada, na UnB, em gastronomia e segurança alimentar.

Também tenho receitas, algumas originais, posso ensinar a cozinhar virtualmente, igualmente dar sugestões de cardápio, para almoço, jantar, ou uma pequena festa. Enfim todos nós temos habilidades.

Não serei creditada, neste momento, essa ideia de ajudar virtualmente é inovadora, portanto, quem quiser, pode me acessar via blog ou no inbox da página Pós50.

Nem sempre temos serviços concretos, ou habilidades artesanais para oferecer, porém podemos apresentar ideias, e isso é muito importante, inclusive neste mundo tão virtual.

Pavê de chocolate – uma das minhas saudades

 

image-1.jpg

Atenção – Precisa de tempo para gelar  – 6h

É pavê, o melhor pavê de chocolate da minha vida, minha avó fazia em ocasiões especiais, véspera de ano novo, por exemplo!

Estou revivendo essa lembrança  de criança, porque minha avó fazia ser especial, principalmente as comidas, que eram maravilhosas.

Vamos para a receita:

• 1 caixa de chocolate 200g – de muito boa qualidade

• 1/2 k gordura de coco

• 1 pacote de biscoito champanhe

• 6 gemas

• 6 claras batidas em neve

• 1 xícara de nozes ou cereja em calda ( o que você preferir)

• 12 colheres de açúcar

• 1 xícara de cafezinho de licor

• leite para umedecer os biscoitos

• óleo para untar o prato

• papel alumínio

Faça uma gemada com as gemas e o açúcar, misture o chocolate, derreta a gordura de coco (não ferva, só aqueça levemente para derreter) e incorpore à gemada com o chocolate, por fim misture as claras batidas em neve lentamente.

Unte uma vasilha funda, de preferência retangular, com óleo, coloque um pedaço de papel alumínio untado com óleo no fundo, coloque uma camada de creme de chocolate alternando com o biscoito champanhe molhado no leite com licor (nozes, amareto, amarula ou chocolate), entre cada camada salpique as nozes ou cerejas,  finalize com uma camada do creme.

Leve ao congelador por 6h, retire do gelo 20 min antes de servir, vire em um prato raso, o pavê vai escorregar, retire o papel alumínio puxando com cuidado, corte em fatias para servir. A textura é cremosa e firme.

O sabor é forte, bem forte! Um vendaval no paladar!

Torta fria de atum

Essa torta além de ser simples, descomplicada, vai facilitar a sua vida, desde um lanche rápido até uma festa, quando tiver de levar alguma coisa. Quase nenhum trabalho aqui. Só sucesso! Rende bastante!

Você só tem que comprar produtos de boa qualidade.

  • 3 latas de atum
  • 2 pães de forma cortado ao comprido, para torta fria
  • 2 vidros de maionese light 500g
  • 1 vidro de geléia clara, pêssego, abacaxi, damasco, qualquer uma delas
  • caldo de legumes ou leite para umedecer o pão
  • pimenta do reino a gosto (opcional)
  • 1 prato grande

umedeça cada fatia de pão (se não tiver nem caldo nem leite, pode usar um pouco de água, com um borrifador fica melhor ainda), abrindo 3 fatias ao fundo, misture o atum com a maionese e intercale, pão, pasta de atum, depois de 2 camadas a terceira será de geléia, depois mais 2 camadas de pão e atum e está pronta. Cubra com o outro vidro de maionese e enfeite do seu jeito, com batata palha, salsa e cebolinha, azeitonas, picles, tomate cereja ou simplesmente riscar com o garfo, como aí em cima. Uma alface picada na volta dá um charme. Coloque na geladeira para esfriar e conservar, de preferência em um prato com tampa ou cubra com filme plástico.

Fala sério! Cansou de tanto trabalhar, facílima, serve de entrada para um jantar, ou um prato para mesa de petiscos ou para o que você quiser, já que a torta é sua!