Torta de banana – Sobremesa de segunda a domingo

Delícia 😋!

pós 50

Pense que sobremesa boa!

Uma das minhas favoritas desde criança, aprendi com a minha avó, que servia nos jantares de domingo em família, deliciosamente deliciosa, se é que isso existe!

Fácil demais, a parte mais difícil é esperar esfriar para comer.

• 6 bananas nanica ou prata  cortadas ao comprido  (3 fatias por banana)

• 100 g de manteiga

• 6 claras batidas em neve

• 6 gemas batidas em gemada

• 12 colheres de sopa de açúcar para as claras

• 12 colheres de sopa de açúcar para as gemas

• 1 colher de chá de baunilha

• 1 colher de chá de maisena

• 1 frigideira tefal

• 1 prato refratário médio

Depois de cortar as bananas ao comprido frite levemente as fatias na frigideira, uma a uma, vai por mim não dá trabalho, pára de reclamar, coloque a manteiga aos poucos, um pedaço para cada fatia, passa…

Ver o post original 163 mais palavras

Torta de banana – Sobremesa de segunda a domingo

Pense que sobremesa boa!

Uma das minhas favoritas desde criança, aprendi com a minha avó, que servia nos jantares de domingo em família, deliciosamente deliciosa, se é que isso existe!

Fácil demais, a parte mais difícil é esperar esfriar para comer.

• 6 bananas nanica ou prata  cortadas ao comprido  (3 fatias por banana)

• 100 g de manteiga

• 6 claras batidas em neve

• 6 gemas batidas em gemada

• 12 colheres de sopa de açúcar para as claras

• 12 colheres de sopa de açúcar para as gemas

• 1 colher de chá de baunilha

• 1 colher de chá de maisena

• 1 frigideira tefal

• 1 prato refratário médio

Depois de cortar as bananas ao comprido frite levemente as fatias na frigideira, uma a uma, vai por mim não dá trabalho, pára de reclamar, coloque a manteiga aos poucos, um pedaço para cada fatia, passa um lado, passa o outro, tira para o prato refratário, simples assim, cubra o prato (não queremos mosca no doce).

Depois disso bata as claras em neve adicionando depois o  açúcar de 2 e duas colheres, batendo para misturar bem e reserve  (uma batedeira aqui ajuda muito)

Faça a gemada com as gemas, o açúcar e a baunilha  (aqui a batedeira dá aquela força também), depois de pronta acrescente a maisena mexendo para desmanchar bem.

Disponha a gemada em cima das bananas e por cima coloque as claras em neve fazendo picos para dourar, igual a foto aí em cima, isso ajuda a saber quando tirar do forno. Leve ao forno pré aquecido (10 min aquecendo), por uns 20 minutos ou quando os picos estiverem bem dourados.

Agora vem a pior parte: espere esfriar para comer, se aguentar!

Arrasei! Essa sobremesa qualquer pessoa com intolerância à lactose ou glúten pode comer, não é o máximo?!

Ahh, engorda, tá?! Porque nem tudo é perfeito…

Sobremesa de Natal – Nozes

nozes

Torta de nozes da vó Olga

As melhores receitas de nossas vidas são aquelas que aprendemos com o coração, essa sem dúvida para mim é uma delas.

Na época que as nozes pecãs amadureciam e eram secadas ao sol, na Cascata (um distrito de Pelotas/RS), minha avó Olga se preparava para, junto com as irmãs, ir à chácara da irmã Elza preparar as tortas de nozes.

Era um encontro em família, fui muitas vezes, dá aquela saudade de infância…

Essa receita aprendi vendo ser feita, como muitas em minha vida, então tive que adaptar para passar aos outros.

Acredito que seja a minha torta de maior sucesso, já agradou até a um Presidente da República, que nas festas de final de ano perguntava, vai ter a torta de nozes?!

Aproveita que o Natal está chegando e tenta fazer, é fina, sofisticada e sem maiores dificuldades para ser feita. Se você não gosta de nozes tenta trocar por amendoim levemente torrado ou coco ralado grosso com a casca interna, todas deliciosas.

  • 500 g de nozes
  • 8 claras batidas em neve
  • 16 colheres de sopa açúcar
  • 8 gemas coadas
  • 3 ovos inteiros coados
  • 1 colherinha de essência de baunilha
  • 20 colheres de sopa de açúcar
  • 1 xícara de cafezinho de farinha de rosca
  • manteiga para untar
  • farinha de rosca para polvilhar

Triture as nozes pulsando o liquidificador de leve e reserve. Bata as claras em neve e acrescente o açúcar (16 colheres) aos poucos até ficar muito bem batido e firme, junte as nozes e a farinha de rosca mexendo suavemente. Unte uma forma com a manteiga, polvilhe com a farinha de rosca e leve para assar em forno baixo (180°C ou menos) por 30 min ou até enfiar o palito e ele sair limpo.

Coe as gemas e os ovos passando por uma peneira, junte o açúcar (20 colheres) e a baunilha e leve ao fogão em fogo baixo até engrossar, cuidado para não deixar talhar, assim que engrossar e começar a formar bolhas tire do fogo, continuando a mexer para esfriar um pouco.

Desenforme a massa de nozes quando esfriar e jogue o doce de ovos por cima. Decore com metades de nozes em cima.

Caso você não goste de ovos moles, faça um doce de leite condensado e leite, uma lata de cada, engrossado com parte das gemas como cobertura, textura cremosa mole.

Espero que você goste tanto como eu gosto, como minha avó gostava e como minha mãe, meus filhos e netos gostam também!

Torta versátil

oven-polenta-1429812_1920

Olá minha gente!  A receita de hoje é uma das mais executadas na minha família por parte de mãe, tem uma fã fervorosa, como ela gosta demais, acabou sendo intitulada “Torta da Tia Eny”, quem prova acaba sempre pedindo a receita.

Uma das particularidades dessa receita é, você escolhe o recheio do dia. Fácil de executar e boa de comer, quer coisa melhor?!

Pré-aqueça o forno em temperatura média.

Ingredientes:

  • 3 ovos
  • 2 xícaras de leite
  • 1 xícara de óleo
  • 12 colheres de sopa de farinha de trigo
  • meia xícara de queijo ralado
  • 1 colher de sopa de fermento químico
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 refratário grande
  • margarina ou manteiga para untar
  • queijo ralado para polvilhar

bata tudo junto no liquidificador, sempre coloque os líquidos primeiro, depois os ovos e por último os secos. Despeje a metade em um refratário untado, coloque o recheio da sua preferência, cubra com o restante da massa. Polvilhe com o restante do queijo ralado.  Leve ao forno pré-aquecido, temperatura média até dourar. O truque é o mesmo de sempre, o palito, se  fincar e sair sem massa está pronto.

Sugestões de recheios: frango desfiado e refogado, calabresa, salsicha, palmitos refogados, espinafre com ricota temperada com ervas, brócolis, aspargos… O refogado aqui sugerido é com alho (1 dente), cebola, tomate, salsa, cebolinha e sal e pimenta a gosto. Se ficar muito líquido, acrescente uma colherinha de maisena para que a massa não fique umedecida e difícil de assar.

Gente essa massa possibilita uma infinidade de recheios, confesso que só não tentei os doces, mas acho que pode rolar qualquer dia desses!